Blog da Suzane Carvalho

Categoria : LANÇAMENTO

Nova BMW F 700 GS chega com o mesmo motor da F 800 GS
Comentários 1

Suzane Carvalho

suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_branca_02 suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_branca_traseira suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_branca_frente

Com 75 cv de potência a 7.300 rpm e 7,85 kgf.m de torque a 5.300 rpm, a nova big trail bicilíndrica com dupla árvore de comando no cabeçote, F 700 GS, chegará em novembro com o mesmo motor de 798 cc da F 800 GS,  mas com 10 cavalos a menos.

Os freios também são os mesmos da F 800 GS, mas as suspensões têm cursos mais curtos  e os pneus são ligeiramente menores:  110 x 80/19 na frente e 140 x 80 / 17 na traseira.

suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_09

Com o mesmo tanque de 16 litros e pesando 212 kg (somente 2 a menos que a 800), a velocidade máxima estimada é de 192 km/h.

Para uso misto, asfalto e terra, uso urbano e rural, é uma big trail que tem a altura do banco média, de 82 cm, 7,5 cm mais baixo que a F 800 GS, que é de 89,5 cm.

Na suspensão traseira tem balança de alumínio, ajuste de compressão da mola e do retorno do amortecedor.  Tem também lanterna traseira em LED e tomada 12 volts.

suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_08

O pacote Premium que faz parte da campanha de pré-venda da moto, traz manopla aquecida, protetores de mãos, controle de pressão de pneus (RDC), computador de bordo, controle de tração (ASC), piscas em LED e cavalete central.

Acelerador eletrônico Ride by Wire, dois modos de pilotagem (um para chuva) e ABS são de série.  Na Europa, ajuste eletrônico da suspensão, controle automático de estabilidade e um terceiro modo de pilotagem (enduro) são opcionais. A BMW ainda não divulgou se estes ítens estarão disponíveis na versão brasileira.

suzane_noticia_bmw_f700gs_2016_13

Alguns opcionais como diferentes bancos, para-brisas e protetores de manete, sim, estarão à venda.

A F 700 GS será produzida na nova fábrica da BMW Motorrad em Manaus, na mesma planta que as  F 800 GS, F 800 GS Adventure, F 800 R,  R 1200 GS, R 1200 GS Adventure, S 1000 R, S 1000 RR, S 1000 XR e G 310 R.

As cores serão a cinza metálica e a laranja.
Preço? R$ 39.950 (mais 50 reais do taxi pra pegá-la, 40 mil.)

Pré-venda nas concessionárias ou pelo site www.bmwmotorrad.net.br/F700GS.


BMW S1000 XR ganha versão brasileira
Comentários 1

Suzane Carvalho

suzane_noticia_bmw__s1000xr_brasil_ago_2016

Grafismo exclusivo para o Brasil

Grafismo diferenciado, Parabrisas fumê, banco esportivo.  Essa é a versão especial limitada que a BMW está lançando de sua S 1000 XR, exclusiva para o Brasil.

O modelo “S 1000XR” foi mostrado por aqui pela primeira vez no Salão Duas Rodas em novembro do ano passado e é considerado pela fábrica uma união de diversos produtos da marca unindo características Sport, Touring e Adventure.

O motor de 999 cc divididos em 4 cilindros em linha, com 16 válvulas, 160 cavalos @ 11.000 rpm e 11,42 kgf.m @ 9.250 rpm com taxa de compressão 12:1 é o mesmo da S 1000 R.
O chassi é de alumínio e o motor faz parte dele.  A suspensão dianteira tem garfo invertido com 150 mm de curso e a balança da suspensão traseira é em alumínio com 140 mm de curso.
As rodas também são em alumínio, o freio dianteiro é com duplo disco de 320 mm com pinças flutuantes de 2 pistões, e o traseiro, com um disco de 265 mm com pinça flutuante também de 2 pistões.
O tanque tem bom tamanho, com capacidade para 20 litros de combustível.
Peso total: 228 kg.

Preço? R$ 72.900,00.

A BMW tem um plano de financiamento BMW Select, oferecido pela BMW Serviços Financeiros, em que a entrada pode ser de R$ 29.120 com 24 parcelas mensais de R$ 989, mais parcela final e frete com garantia de recompra pelo concessionário.

Testei a S 1000 XR no lançamento, e ela é praticamente a S 1000 R com posição de pilotagem de big trail. Fantástica.

suzane_test-ride_BMW_S1000XR_026_1150

 

banner_ctpsc_direcao-defensiva-evasiva_2016


Ducati XDiavel já está à venda no Brasil
Comentários COMENTE

Suzane Carvalho

Ducati XDiavel

Ducati XDiavel S

Mostrada inicialmente em um Road Show pelo Brasil, os modelos XDiavel e XDiavel S da Ducati, já começaram a ser vendidas. Apresentada no Salão internacional de Milão em novembro do ano passado, ganhou o prêmio de “A Mais Bela Moto” entre todos os lançamentos mundiais.

Ela é uma cruiser com motor Ducati Testastretta de 1.262 cc L-Twin com comando de válvulas variável DVT, que despeja 156 cv @ 9500 rpm e tem um torque de 13,35 kgf.m @ 5.000 rpm, que se mantém até os 7.500.

A taxa de Compressão é de 13:1 e a relação diâmetro X curso do pistão é de 106 x 71,5 mm.
Abastecida, ela pesa 247 kg.
Tem câmbio de 6 marchas, a transmissão final por correa dentada, e tem embreagem deslizante.
injeção de combustível da Bosch e acelerador eletrônico, Ride by Wire.

Ducati XDiavel

Ducati XDiavel S

Tecnologicamente falando, vem com a Unidade de Medição Inercial da Bosch, que mede diversos recursos eletrônicos: O sistema lê a velocidade da roda, a inclinação da moto, pressão dos freios e aceleração… é chamado de “Cornering ABS. Tem controle de tração, controle de estabilidade, assistente para ladeiras, e em situação de frenagem forte, mantém a roda traseira no chão, e também a estabilidade no caso do piloto frear em uma curva, não deixa a moto escorregar; e não deixa a moto empinar sem querer no caso de uma aceleração brusca.

Piloto automático, 3 modos de pilotagem, e 8 níveis de controle de tração.
O chassi é em quadro de treliça de aço tubular.
Tem entre eixos longo e banco baixo.

Ducati XDiavel

Ducati XDiavel

Os freios são da Brembo, com 2 discos semiflutuantes de 320 mm na frente, pinças radiais monobloco com 4 pistões e cilindro mestre também radial. Na traseira, disco de 265 mm e pinça flutuante com 2 pistões.
As rodas tem aro 17” e os pneus são da Pirelli, modelo Diablo Rosso II.

Ducati XDiavel

Os garfos da suspensão dianteira são ajustáveis e têm 50 mm de diâmetro e curso de 120 mm.
Na suspensão traseira, monoamortecedor com ajuste de precarga de mola e retorno do amortecedor.

O trail é de 130 mm e o ângulo dos garfo de 30°.
O ângulo de inclinação máxima da moto é de 40°.

O Farol totalmente em LED; e os Botões de controles no guidão são iluminados

São 60 diferentes posições de pilotagem, já que o guidão tem 3 posições, as pedaleiras, outras 4 e o banco, 5 diferentes alturas, Para o, ou A garupa, tem 2 diferentes bancos e encosto.

O tanque tem capacidade para 18 litros de combustível.

Ducati XDiavel

A versão sem o “S” vem na cor preta fosca com quadro e rodas em grafite.
A “S” vem em preto brilhante, com com uma linha vermelha em cima do tanque, quadro cinza e rodas pretas. As rodas e o motor tem detalhes cromado.
Tem também conexão bluetooth com o celular, que você pode descarregar os dados de telemetria da sua viagem.
A versão “S” vem ainda com capas da correia usinadas, assento com um tecido diferenciado e os espelhos também de alumínio usinado.

A Ducati do Brasil está importando 70 unidades da XDiavel, sendo 20 do modelo “S”. E quer saber? As 20 já foram vendidas por 85.900 reais. Mas ainda tem a versão mais “simples”, se é que podemos falar assim, e está 74.900.

Ah! Os 50 primeiros compradores, ganharão um vale compra para roupas e acessórios da XDiavel. Um vale compras de 2.000 reais!

Elas têm 2 anos de garantia e as revisões são feitas a cada 15 mil km ou 1 ano.

Lembro que a Ducati está oficialmente no Brasil desde junho de 2013 e já tem 11 concessionárias, do nordeste ao sul do país.

Assista aqui ao vídeo ao vídeo de apresentação:


Capas protetoras de pernas podem alavancar vendas de scooters no sul
Comentários COMENTE

Suzane Carvalho

capa-protetora-para-as-pernas-moto-motociclista-scooter

Após uma semana circulando pela França e me perguntando porque não são vendidas no Brasil as capas protetoras para as pernas de motociclistas, tão utilizadas na Europa, pensei seriamente em montar um negócio de venda para os mais diversos modelos de motocicletas.  Acho que a venda dessas capas ajudará a alavancar as vendas de veículos de duas rodas na região sul do país, a que menos compra motocicletas, pois apenas 20,1% do total de veículos que rodam naquela região, tem duas rodas; enquanto que na região norte este percentual é de 48,6%.

vendas-de-moto-no-brasil_1o-semesstre-2016

Clique na imagem para ampliá-la

Em meu primeiro dia de trabalho após a minha volta, leio o release sobre a entrada no mercado brasileiro de uma marca de produtos voltados para scooteristas. Entre eles, capas protetoras para as pernas.

A Motonera (“moto negra”, em italiano) foi fundada pelos italianos Francesco Macchi e Viviana Venneri, e os brasileiros Marcelo Magalhães, Bruna Frazão e Ricardo Kloper. Scooteristas, eles têm o objetivo comum de trazer maior conforto, praticidade e estilo para quem usa scooter diariamente ou a passeio.  Além das capas para as pernas, que já são vendidas para a Lead, a PCX e o Citycom, a Motonera traz ainda uma linha de luvas, jaquetas, sobretudos e botas impermeáveis. Todos com design italiano. E tem ainda uma linha da capacetes abertos (R$ 400,00) além dos óculos de proteção (R$ 229).

suzane_noticia_jaqueta_feminina_motoneraA fabricação é própria.  As proteções para as pernas (R$ 350) são feitas no Brasil e as luvas (R$ 180) e botas (R$ 130), na China.
Achei interessante a jaqueta, que quando dobrada, fica bem pequena. Tem modelos femininos e masculinos.

A base da empresa é em São Paulo mas o formato do negócio é e-commerce.

Ok.  Posso procurar então uma marca francesa para representar ou desenvolver meus próprios modelos, não?  Afinal, concorrência sempre é bom.  Enquanto isso, os friorentos como eu, podem adquirir os produtos pelo site oficial, pois não há loja física. Os preços são bem em conta: http://www.motonera.com.br/


Novos modelos da Triumph Tiger Explorer já estão sendo vendidas
Comentários 1

Suzane Carvalho

 

Triumph Tiger Explorer XCx, XR, XCa

Triumph Tiger Explorer XR

A Triumph Motorcycles começou hoje a venda dos modelos Tiger Explorer XR e Tiger Explorer XCx, que chegam completamente remodelados.  O modelo “top” de linha, o XCa, também será vendido no Brasil, a partir de setembro, aproximadamente.

A nova linha foi apresentada ao público mundial, no ano passado, durante o Salão de Milão, na Itália. Modernizada, a família Tiger Explorer é no estilo “adventure” que serve tanto para caminho diário do trabalho quanto para uma viagem intercontinental. Desde sua primeira versão, lançada em 2011, a Tiger Explorer traz beleza contemporânea e muita imponência.

Triumph Tiger Explorer XCx, XR, XCa

A nova Triumph Tiger Explorer XR tem consumo melhor

A versão de entrada, Tiger Explorer XR traz, de fábrica, uma série de tecnologias de última geração com foco no piloto, como freios ABS, dois modos de pilotagem (estrada/chuva) e controle de tração.
O motor de 1.215 cc, tem três cilindros alinhados que desenvolvem 139 cv de potência e torque de 12,54 kgf.m. Para fazer um melhor uso desta potência, ela vem com  embreagem hidráulica, com alavanca de redução de torque e assistente contra fadiga do piloto.
A Triumph diz que, em relação ao consumo, ele é 5% mais econômico.

Triumph Tiger Explorer XCx, XR, XCa

Triumph Tiger Explorer XCx

Já o modelo Tiger Explorer XCx, mais sofisticado, além dos recursos da XR, conta também com freios ABS e controle de tração otimizados para atuação durante as curvas, três modos de pilotagem estrada/chuva e mais o modo “off-road”, protetor de cárter de alumínio, protetor de radiador em aço inoxidável, barras de proteção do motor, rodas raiadas (são fundidas na XR), suspensão semi-Ativa Triumph (TSAS, ou Triumph Semi Active Suspension), computador de bordo avançado, piloto automático e manoplas aquecidas, entre outros itens.

Triumph Tiger Explorer XCx, XR, XCa

Triumph Tiger Explorer XCx, XR, XCa

A versão XR será vendidas nas cores Cristal White e Jet Black por R$ 58.500,00.

Já a Tiger Explorer XCx poderá ser encontrada nas cores Cristal White e Lucerne Blue g R$ 70.500,00.


Mais uma scooter no mercado: Fiddle III, scooter 125 retrô da DAFRA
Comentários COMENTE

Suzane Carvalho

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

Scooter Dafra SYM Fiddle III tem motor de 125 cc

De estilo retrô e inspirado na tradição dos scooters europeus, o novo scooter da DAFRA vem com pintura bicolor e lanterna em LED e foi apresentado ao brasileiro em novembro do ano passado, no Salão Duas Rodas, em São Paulo.

Tem porta-objetos com fechadura, entrada USB para carregar celular, MP3 player ou GPS, assento amplo para piloto e garupa e espaço sob o banco para capacete.

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada pretaScooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

Vem com motor monocilíndrico de 124,6 cc, OHC, 4 tempos, com 10,3hp de potência máxima a 8.500 rpm e torque máximo de 8,6 Nm a 6.500 rpm, com curso do pistão mais longo que o diâmetro (52,4 x 57,8 mm) e taxa de compressão de 10.4:1. A refrigeração é a ar e óleo e tem transmissão CVT. Tem partida elétrica e a pedal.
O tanque tem capacidade para 6,2 litros, sendo 2 da reserva. 

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

Como vem com rodas de liga leve aro 12”, é própria para “baixinhos (as), pois o banco fica a 77,5 cm do chão. O guidão, a 101,4 cm. A altura mínima do solo é de 12 cm.
Comprimento: 190 cm
Largura: 69 cm
Altura: 113 cm
Entre-eixos: 133 cm
O trail é de 115,32 mm e o ângulo de cáster, 26°.

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

A suspensão dianteira é com garfo telescópico com 80 mm de curso a traseira, biamortecida com 75 mm.
Vem com pneus da Pirelli sem câmera Evo 110/70 na frente e 120/70 na traseira.
Os freios são a disco equipados com FH-CBS (Full Hidraulic Combined Brake System), acionamento combinado mais eficiente e preciso.
Na frente, disco de 190 mm com duplo pistão e na traseira, 220 mm e mono pistão.

O chassi é do tipo underbone.
Pesa 115 kg, sem combustível nem óleo e 121 kg cheia. A capacidade máxima de carga é de 267 kg.

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

No porta objetos abaixo do banco, onde também fica o bocal do tanque de combustível, dá para guardar um capacete fechado. Tem volume de 20 litros e capacidade para carregar 10 kg e não é preciso desligar o motor para abrí-lo, o que pode ser feito através de um botão no punho esquerdo ou também através da chave, quando desligada. Tem ainda dois espaços no porta-luvas dianteiro e um gancho central onde se pode pendurar sacolas até 3 kg.

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

O painel tem velocímetro, marcador de combustível e hodômetro analógicos (!). Não tem parcial. No pequeno relógio digital pode-se ver também a tensão da bateria.
A lâmpada do farol é de 35 W com a lanterna em LED.

Sérgio Dias, diretor comercial da DAFRA, reforça a imagem da empresa como fabricante de scooters: “Já somos reconhecidos neste segmento, pois trouxemos produtos que se diferenciaram desde o início dos modelos até então disponíveis no mercado. O Fiddle é mais uma prova de que veículo urbano acessível não precisa ser sem graça. Pode ter estilo, ser moderno e oferecer um algo a mais para seu proprietário”.

As cores disponíveis são essas das fotos: preta com dourado e branco com vermelho.

 O preço público sugerido é de R$ 11.390.

Scooter Dafra SYM Fiddle III branca vermelha dourada preta

Essas são as duas cores disponíveis: preta com dourado e branca com vermelho

Veja abaixo uma galeria completa:

 

 

 


Nova Triumph Speed Triple R começa a ser vendida
Comentários COMENTE

Suzane Carvalho

Fotos: Alessio Barbanti
–>> Clique nas fotos para ampliá-las

triumph_speed-triple-r_2016_05b_1200

A nova Triumph  Speed Triple R, que chega ao mercado nacional completamente remodelada. Montada na fábrica de Manaus, a motocicleta teve o seu preço definido em R$ 59.500,00 e a previsão de chegada às concessionárias é para o início da segunda quinzena de junho.

triumph_speed-triple-r_2016_03b_800

 

Sua apresentação mundial aconteceu durante o Salão de Milão, na Itália, no ano passado. A nova geração da Speed Triple R representa uma nova era para o lendário modelo da Triumph. Projetada para oferecer mais qualidade e tecnologia e ter mais personalidade do que qualquer geração anterior, a nova Speed Triple R redefine o segmento das roadsters de alto desempenho. A motocicleta mantém o estilo imponente e a beleza minimalista da geração anterior, mas acrescenta mais desempenho, mais capacidade e mais atitude, proporcionando ao piloto o máximo de diversão e de emoção.

 

triumph_speed-triple-r_2016_02_1000
triumph_speed-triple-r_2016_07_painelMAIS POTÊNCIA E MAIOR TORQUE
O novíssimo motor triplo (3 cilindros) de 1.050 cc que empurra a nova Speed Triple traz nada menos que 104 inovações.  O resultado foi o ganho em potência e torque. São 104 cv de potência máxima a 9.500 rpm e  11,42 kgf.m de torque máximo, a 7.850 rpm.  A taxa de compressão é de 12,25:1.
A moto também ganhou um conjunto de tecnologias mais focadas no piloto, projetado para maximizar o controle e otimizando o desempenho de acordo com as condições, com o clima e com seu estilo de pilotagem utilizando os cinco modos de pilotagem.
A moto conta também com acelerador ride-by-wire, controle de tração comutável, freio ABS comutável e embreagem slip-assist.

Chassi com carbono, suspensões da Óhlins, com 120 mm de curso na frente, ajustável e com garfo invertido.  Na traseira, monoshock com 130 mm de curso, também ajustável.
Freios com dois discos flutuantes de 320 mm de diâmetro com 4 pistões da Brembo com cálipers colocados de forma radial.  Atrás, disco simples de 255 mm com 2 pistões da Nissin.

A capacidade do tanque é de 15,5 litros, a altura do banco é de 82,5 cm e o peso total, vazia, é de apenas 192 kg.

São duas opções de cores: Matt Graphite e Cristal White.

triumph_speed-triple-r_2016_04b_1200

 

triumph_speed-triple-r_2016_08

SOBRE A TRIUMPH
A Triumph Motorcycles Brazil é a 10ª subsidiária da empresa pelo mundo e conta com sede em São Paulo (SP) e fábrica em Manaus (AM).
A marca conta com 13 concessionárias nas cidades de São Paulo (SP), Campinas (SP), Ribeirão Preto (SP), Porto Alegre (RS), Brasília (DF), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Goiânia (GO), Florianópolis (SC) e Recife (PE).
Fundada em 1902, a Triumph Motorcycles é uma empresa global, atuando diretamente em 12 países, por meio de suas filiais, e indiretamente em mais 42 mercados, através de distribuidores independentes.
É a maior fabricante britânica de motos e a marca que mais cresce no segmento acima de 500 cc nos países nos quais está presente. O faturamento mundial da empresa gira em torno de R$ 1,1 bilhão e a produção total é de, aproximadamente, 54.500 unidades anuais. No mundo todo, a Triumph possui cerca de 750 concessionárias e perto de 2.000 funcionários.

triumph_speed-triple-r_2016_06c_1200


Honda lança a trail urbana XRE 190, irmã mais nova da XRE 300
Comentários 7

Suzane Carvalho

Fotos: Caio Mattos / Digital da Lata

Nova Honda XRE 190

Nova Honda XRE 190

Nessa a Honda surpreendeu. Como a nova XRE 190 é um lançamento exclusivo para o Brasil, nunca havíamos visto qualquer imagem da moto antes de seu lançamento.
Desenvolvida no Centro de Desenvolvimento e Tecnologia da Honda, em Manaus, foi fabricada pensando no consumidor brasileiro e nas cidades e estradas de nosso país  (remendadas e esburacadas).  A Honda está classificando este novo lançamento como uma “Trail Urbana”.  Claro que poderá também exportá-la, principalmente para os países do Mercosul.
Além de atender a um público que está cada vez mais adquirindo modelos “trail”, inclusive os proprietários de pequenas “street” com as “CG”, o lançamento da Honda quer pegar também quem quer um modelo um pouco mais sofisticado que a Bros, incluindo aqueles que estão adquirindo a concorrente da Yamaha, Crosser.

suzane_teste_honda_xre190_foto_digital-da-lata_12c_1000

A gente sabia da preparação de uma família “on-off”, mas esperávamos um lançamento com a motorização acima de 300 cc, a não abaixo.  Essa família ficará maior com a chegada da Africa Twin, que tem motor de 1.000 cc.

Vou direto à conclusão: ela é “perfeitinha”!  Não há o que reclamar.  Cumpre perfeitamente o papel a que se propõe.  Fácil e leve de guiar, excelente ergonomia, ronco do motor macio, aceleração boa, muito boa frenagem.  A única coisa que faltou, foi o sensor do descanso, que corta o motor quando ele está abaixado, para evitar que o motociclista saia andando com ele assim, e não caia.

O motor tem exatos 184,4 cc, é monocilíndrico, 4 tempos, duas válvulas e refrigerado a ar.  Tem potência máxima de 16,4 cv a 8.500 rpm  e torque máximo de 1,66 kgf.m a 6.000 rpm.  No painel, que é totalmente digital e com computador de bordo, quase igual aos da família 500, tem conta-giros que vai até 11.000 rpm, mas ela corta a 9.500, o que dá uma boa folga, podendo aproveitar o máximo desempenho do motor sem ter que esgoelá-la, pois o torque máximo, que é de 1,66 kgf.m, está em 6.000 rpm.  Tudo isso com etanol, mas com gasolina perde apenas 0,1 cv e 0,01 kgf.m.

suzane_teste_honda_xre190_foto_digital-da-lata_15b_1000

Tem balancins roletados e sistema balanceiro, para diminuir a vibração do motor.  Tem também partida elétrica, injeção eletrônica PGMFI.

O tanque tem bom tamanho, com capacidade para 13,5 litros.
O banco está a 83,6 cm do chão, mas não chega a ser alto, pois além de não ser largo, a moto abaixa bastante quando sentamos.  A altura mínima do solo é de 24,1 cm, o que indica que podemos transpor obstáculos sem dificuldades.
O entre-eixos é de 1.358 mm.
Dimensõs comprimento x largura x altura: 2,075 m x 82,1 cm x 1,18 m.
O chassi é em aço do tipo berço duplo.  O motor não faz parte da estrutura, mas fica encaixado nele.  O peso total dela, sem combustível nem óleos, é de 127 kg.

SUSPENSÃO
Na dianteira, garfo telescópico com curso de amortecedor de 160 mm.  Na traseira, mono shock com curso de 150 mm.

suzane_teste_honda_xre190_foto_digital-da-lata_10b_1000

ABS de 1 canal, somente na frente, é novidade

Os freios são a disco com 240 mm de diâmetro na frente e 220 mm atrás.  E aqui a novidade: é a primeira moto de baixa cilindrada a chegar com ABS.  Mas ele vem somente na frente, com o objetivo de não deixar travar a roda dianteira, quando o motociclista inexperiente “alicata” o manete.

Vem com pneus da Pirelli, os MT 60 montados no aro 19 na dianteira e 17 na traseira.  Nos aros, outra novidade: a Honda desenvolveu um tratamento para que ganhasse uma cor diferenciada que chamou de “dark chrome” ou seja, cromo escuro.  Ficou bem bonito.

No farol, lâmpada de 35W.

suzane-apresentacao_honda_xre190

Assista ao meu vídeo de apresentação da nova XRE 190 em meu canal, http://SUZANE.TV

Consumo e “top speed” não foi possível fazer neste primeiro contato, mas só para ter uma ideia, na pequena reta de 270 metros da pista de testes do Haras Tuiuti, ela chegou a 111 km/h.  Quanto ao consumo, o Instituto Mauá fez a medição e chegou até 32 km/l.  Às vezes consigo médias melhores e em outras vezes, piores que a medição deles.  Tudo depende, claro, da maneira de acelerar e da qualidade do combustível utilizado. Mas se fizermos uma conta básica, 13 x 30 (tamanho do tanque x consumo) teremos uma autonomia de 390 quilômetros.

São três as cores disponíveis, todas perolizadas: verde, vermelha e preta.

A estimativa da Honda é vender aproximadamente 32.000 unidades da XRE 190, por ano.  Ela chega no final deste mês por R$ 13.300,00 como preço sugerido, base São Paulo.

Veja uma galeria com os detalhes da nova XRE 190:


Nova BMW F 800 GS chega este mês
Comentários 2

Suzane Carvalho

bmw-f800gs_2016

A BMW F 800 GS passou por um processo de facelift e já está à venda.
Com mudanças visuais na carenagem, o modelo, que foi apresentado ao público no EICMA (Salão de Motocicletas de Milão) em novembro de 2015, ganhou um aspecto mais moderno e dinâmico e agora também conta um novo pacote de opcionais, que inclui ajuste eletrônico de suspensão – que posibilita ajustar eletronicamente o comportamento (tempo de reação) do amortecedor, protetor de mãos e banco comfort.

Com preço sugerido de R$ 45.900, a nova F 800 GS estará disponível nas concessionárias autorizadas da BMW Motorrad já no final deste mês. A ação de pré-venda foi iniciada hoje (18.04) e tem planos e condições especiais, como bônus de R$ 1.500 para os clientes que efetuarem reserva, por exemplo.

“Estamos bastante confiantes que nossos exigentes clientes e os apaixonados por motocicletas terão uma reação bastante positiva em relação a esta motocicleta, que está com um design totalmente renovado e ainda mais completa. Nós da BMW Motorrad Brasil trabalhamos constantemente para trazer com agilidade as principais novidades da marca globalmente”, comenta Federico Alvarez, diretor da BMW Motorrad Brasil.

A nova BMW F 800 GS tem tampa de tanque recém-projetada e nova cobertura da trava de ignição. A cobertura do radiador conta com elementos galvanizados, contrasta com as superfícies pintadas. A motocicleta ainda conta com manoplas aquecidas, computador de bordo, cavalete central, indicador de direção em LED e protetores de mão.

bmw_f800gs_presta

Os assentos de duas cores recém-projetados também têm novo design. E a F 800 GS conta ainda com três tipos de assentos opcionais (além do banco comfort).

O motor é o mesmo, de 2 cilindros e quatro válvulas, 798 cilindradas, injeção de combustível e caixa de marchas com 6 velocidades. A BMW F 800 GS vem equipada com sistema de freios de alto desempenho BMW Motorrad ABS.

A aquisição da nova BMW F 800 GS é facilitada pela BMW Serviços Financeiros, braço financeiro do BMW Group Brasil, que oferece o plano de financiamento BMW Select, modalidade que permite a aquisição de motocicletas BMW zero quilômetro com entrada e parcelas reduzidas e a garantia de recompra pelo concessionário após dois anos, conforme regulamento do plano.

Tem nas cores branca com quadro vermelho e preta e branca, com quadro grafite.

Para mais informações sobre a ação de pré-venda da BMW F 800 GS, acesse o hotsite: www.bmwmotorrad.net.br/novaF800GS.